Curtimos dançar os EIIIITS!

PhotobucketPhotobucketPhotobucketPhotobucketPhotobucketPhotobucketPhotobucketPhotobucketPhotobucketPhotobucketPhotobucketPhotobucketPhotobucketPhotobucketPhotobucket

quinta-feira, 20 de setembro de 2007

By Celas

D. Quixote acordou bem disposto e enquanto dirigia o seu carro até à Tasca Moca encontrou um amigo que lhe cravou boleia. Era o seu velho companheiro de noitadas em boites, o Pateta.
Pateta: Iac iac... Sócio dá-me bula até ao Tasca Moca! Iac iac...
D. Quixote: Boréééé!!
Seguiram uma curta viagem já que o seu cantinho madrugador, a Tasca, se encontrava a um quarteirão de onde se cruzaram.
Chegaram à Tasca e cumprimentaram o Xico - dono da mesma, pai de São e sogro de Toninho - que se encontrava a servir os primeiros bagacinhos do dia. Pediram mais dois e por aí sucessivamente até perderem a conta de quantos tinham virado.
De repente D. Quixote levanta-se e com a sua voz ressonante começa um poema dedicado ao espaço em que se encontrava:

Ergo a mão que penso ser minha
Sinto o bagaço que escorre como água
Perco a vontade, a vontade de rir
Ganho vontade, a vontade de ir

Já vou torto, é certo
Mas também é certo que não me perco
Pois companhia tenho de perto
Companheiros, amigos fiéis dai-me mais um bagacinho
Porque da Tasca Moca é raro o dia
Que não saio com um sorrisinho.

16 comentários:

alguém+ neste mar de gente disse...

LOLOL bravo!!! clap clap clap. escrita à moda do sr dos aneis...

Ska disse...

a "alguém+ neste mar de gente" é que é boaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaa

Poohnita AKA Caganita disse...

lololol
Oh paula tens q explicar o coment q n percebi! e o autor tb n :P

alguém+ neste mar de gente disse...

LOLOLOLOL o senhor tolkien também se sai assim com umas modas quando os protagonistas estão nas tascas...

Celinho disse...

ola obrigado pelas colicas :P eu numca li os livros do sr dos aneis e por isso que nao sabia :p o poema fui eu que escrevi nao demorou mt tempo quem o desaprovar tem todo o direito de o fazer ;P mais uma observação gosto mt do escritor paulo coelho

Alberto ramadão disse...

Creio que expor o pateta numa tasca a ingerir bebidas alcoolicas é uma má influencia para as crianças(a sua vida privada nao deve ser do conhecimento geral). E todos sabemos que o pateta deve elevadas quantidades de dinheiro a Dom Quixote devido ao jogo, o que impossiblitaria esta convivencia entre os dois, sou assim obrigado a dizer que nao creio que esta situação tenha realmente acontecido e portanto o sr Celas nao passa de um mentiroso.

alguém+ neste mar de gente disse...

mas que simpático o autor de tal poema! eu gostei muito. realmente por aqui estão a abundar mesmo muitas cólicas lol. continua a saga celinho!

Poohnita AKA Caganita disse...

Possa! é preciso postar alguma coisa do Celinho pa isto ter movimento!
Acho que me vou reformar :(
Marcelo... passo-te o testemunho!
lol

fattie disse...

opa'

oh celinho.
posso nao comentar ? LOL

Celinho disse...

Obrigado pelo elogio alguem neste mar de gente que me elogia LOL

PS: oh fattie :(

Anônimo disse...

ai ta em alta o meu mano, zona na area

alguém+ neste mar de gente disse...

não desmotives, vai em frente! lol mas que fama que estás a ter...

Marcos disse...

celinho rules!! mesmo. ganhaste o oscar de revelação na escrita bloguistica. claro que a pohinha tb rula.

Skapula disse...

e eu volto a dizer AMT "alguém+ neste mar de gente"

alguém+ neste mar de gente disse...

mas porque é que o ska não curte a margaret...

ce disse...

wohoo ja tenho blog uinka-me ;)