Curtimos dançar os EIIIITS!

PhotobucketPhotobucketPhotobucketPhotobucketPhotobucketPhotobucketPhotobucketPhotobucketPhotobucketPhotobucketPhotobucketPhotobucketPhotobucketPhotobucketPhotobucket

quarta-feira, 8 de agosto de 2007

Baseado em factos reais - parte II

Era uma vez uma empregada da limpeza do trabalho da Branca de Neve.
Quando esta não tinha nada para limpar ia para o gabinete da Branca (que agora está a mudar a pele na cara) contar-lhe a sua vidinha.
Foi assim que Branca de Neve ficou a saber que a Empregada tinha sido casada com o seu ex-marido durante 29 anos. Mas passado este tempo os seus filhos saíram de casa e a Empregada olhou para o marido e pensou:
- Mas quem és tu? O que estou eu a fazer contigo agora que se foram os nossos filhos?!
E lá se divorciou.
Admitiu a Branca que tinha tudo e tinha ficado sem nada.
Coitada da Empregada. Então o que fez? Conheceu um Toninho com quem foi viver.
Asneira da sua parte, pois o Toninho é só fogo de vista.
- Nem um carinho me dá, menina! - desabafou a Empregada com a Branca de Neve.
- Chego a casa e é cada um para seu lado! :(

Moral da estória:
Nunca ter um companheiro chamado Toninho


Haha não me canso desta maldade! XD

Um comentário:

Marcos disse...

essa mulher é um pouco limitada das ideias!!isto evitando qualquer juizo falacioso (falo?!) sobre as mulheres